Diretoria do ANDES-SN repudia tratamento seletivo da justiça a Lula

Atualizado em 01 de Fevereiro de 2019 às 14h04

A diretoria do ANDES-SN divulgou nota, nessa quinta-feira (31), repudiando, mais uma vez, o tratamento seletivo da justiça, dispensado ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A 12ª Vara Criminal Federal de Curitiba negou o pedido do ex-presidente de comparecer ao velório e enterro de seu irmão, Genival Inácio da Silva, o Vavá. 

Após recurso ao Supremo Tribunal Federal, o ministro Dias Toffoli autorizou a saída, mas não em tempo para que Lula pudesse acompanhar o sepultamento do irmão. 

Em nota, a diretoria do Sindicato Nacional aponta que a justiça desrespeitou o previsto no Artigo 120 da Lei de Execuções Penais. “A tardia decisão liberou o corpo e não o ex-presidente para o velório em uma unidade militar, negando ao Lula os princípios mínimos da dignidade humana. Externamos nossa solidariedade e condolências aos familiares e amigo(a)s do falecido”, conclui a nota. Confira aqui.

 

Compartilhe...

Outras Notícias
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
EVENTOS