Nota sobre as ações do TRE-RJ na UFF

Nota sobre as ações do TRE-RJ na UFF

Publicado em 18 de Janeiro de 2019 às 15h17

Nota da diretoria do ANDES-SN sobre as ações do TRE do Rio de Janeiro na Universidade Federal Fluminense (UFF)

 

            A diretoria do ANDES-SN repudia as ações dos agentes da fiscalização eleitoral do TRE/RJ na UFF. Na noite de 13/9/2018, a ação atingiu a comunidade acadêmica da Universidade Federal Fluminense (UFF) de Campos dos Goytacazes. Agentes de fiscalização do TRE, sem mandado e comandados por um juiz eleitoral, arrombaram a sala de um diretório acadêmico em busca de material de campanha eleitoral, retiraram adesivos que estudantes portavam colados em suas roupas, revistaram pertences e ameaçaram de prisão estudantes e professore(a)s presentes que questionaram a arbitrariedade.

            No dia 19 de setembro o professor Roberto Rosendo, diretor do Instituto de Ciências da Sociedade e Desenvolvimento Regional (ESR) de Campos dos Goytacazes, recebeu intimação judicial para coibir qualquer tipo de manifestação política no âmbito da universidade no período eleitoral.

            Em 23/10/2018 agentes de fiscalização do TRE entraram em sala de aula de uma turma do curso de direito da UFF Campus Macaé em busca de “organizadore(a)s” de uma assembleia estudantil que seria realizada no dia 24/10 com o intuito de coibir a realização da mesma. Ainda na noite do dia 23/10/2018, agentes adentraram as dependências da Faculdade de Direito da UFF na cidade de Niterói, de forma arbitrária, alegando estar cumprindo “mandado verbal” da Juíza Maria Aparecida da Costa Bastos. Entraram nas salas de aula e no Centro Acadêmico tirando fotos e questionando sobre a realização de “palestras” e sobre a localização da bandeira hasteada pelo(a)s estudantes do curso de Direito com os dizeres “Direito UFF Antifascista” e ordenaram a retirada da mesma. Estes atos arbitrários e autoritários representam mais um ataque às universidades públicas e à liberdade de expressão.

            Clamamos à comunidade universitária para que se mobilize na defesa da democracia, da liberdade de expressão, da autonomia e da universidade pública, se posicionando de forma contundente contra o fascismo e o incentivo ao ódio que vem sendo difundido na sociedade.           

            Reafirmamos nossa defesa intransigente das liberdades democráticas e da universidade pública, gratuita, laica e de qualidade como espaço de debate, reflexões e do pensamento crítico.

            Reforçamos junto à comunidade acadêmica, a necessidade de participação e organização de comitês antifascismo nas instituições de ensino.

 

Não nos calaremos!

Não ao Fascismo e a todas as outras formas de opressão!

Em defesa das liberdades democráticas!

 

Brasília(DF), 24 de outubro de 2018

 

 

Diretoria do ANDES-Sindicato Nacional

Outras Notas Politicas
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
EVENTOS