Nota da Diretoria do ANDES-SN sobre a ação da polícia na UEMG

Nota da Diretoria do ANDES-SN sobre a ação da polícia na UEMG

Publicado em 29 de Março de 2019 às 11h57

NOTA DA DIRETORIA DO ANDES-SN SOBRE A

AÇÃO DA POLÍCIA NA UEMG

 

            O Governo do Estado de Minas Gerais instalou nos últimos dias um clima de perseguição à(o)s docentes da Universidade do Estado de Minas Gerais, além de tentar criminalizar a Seção Sindical do ANDES, a ADUEMG. No dia nacional de luta contra a reforma da previdência (22.3.2019), enquanto a categoria estava nas ruas em defesa da previdência social pública e do direito à aposentadoria, oficiais de justiça em diligência “visitaram” a Universidade para verificar se haviam professore(a)s trabalhando. A justificativa de tal ação: denúncia anônima relatando que o(a)s professore(a)s não estavam trabalhando.

            Tal ação é um desrespeito à democracia e aos direitos constitucionais de livre manifestação. A ADUEMG aprovou em assembleia geral a paralisação das atividades acadêmicas e a participação do movimento docente nos atos em defesa da previdência social.

            A Diretoria do ANDES-SN se solidariza com o(a)s docentes da UEMG, repudia a criminalização do movimento sindical e todas as ações que desrespeitam e atacam os direitos da classe trabalhadora. A política do medo e as ações punitivas ferem a democracia, a Constituição Federal e a nossa existência, por isso resistiremos!

            Não à criminalização do(a)s que lutam!

 

Brasília(DF), 27 de março de 2019.

 

 

 

Diretoria do ANDES-Sindicato Nacional

Outras Notas Politicas
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
EVENTOS