Nota da Diretoria do ANDES-SN de repúdio à criminalização dos Movimentos Sociais

Nota da Diretoria do ANDES-SN de repúdio à criminalização dos Movimentos Sociais

Publicado em 25 de Abril de 2019 às 13h44

NOTA DA DIRETORIA DO ANDES-SN DE REPÚDIO À CRIMINALIZAÇÃO DOS MOVIMENTOS SOCIAIS

           

Na quarta-feira, dia 24 de abril de 2019, três representantes do Movimento de Luta nos Bairros Vilas e Favelas (MLB) de Belo Horizonte/MG foram preso(a)s na ocupação da prefeitura de Belo Horizonte.

            A ocupação da prefeitura foi realizada pelo MLB para reivindicar o cumprimento de acordos firmados em 2018 para garantir a fixação de famílias em ocupações, além de melhores condições de acesso aos direitos básicos como água, luz, asfalto e coleta de lixo.

            Infelizmente, frente às reivindicações do MLB, depois de mais de três horas de ocupação, representantes do movimento que compunham a comissão responsável pela negociação com a prefeitura foram preso(a)s pela polícia.

            Repudiamos toda e qualquer criminalização dos movimentos sociais e defendemos o direito legítimo de movimentos por moradia e reforma urbana, especialmente quando esses estão apenas reivindicando a implementação de acordos que já foram firmados com governantes.

Lutar não é crime! Pela liberdade de Leonardo Péricles, Maura Souza e Poliana Rodrigues!

 

 

Brasília(DF), 25 de abril de 2019

 

 

Diretoria do ANDES-Sindicato Nacional

 

 

 

Outras Notas Politicas
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
EVENTOS